Fundecitrus quer usar odor da goiaba como repelente contra o greening

Estudo desenvolvido no Fundecitrus, em Araraquara, pretende criar produtos e plantas que impeçam a entrada do inseto transmissor do greening no pomar. 

Pesquisa desenvolvido pelo Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura) observou que a goiaba libera um odor que repele o psilídeo Diaphorina citri, inseto transmissor do greening (HLB), pior doença da citricultura.
O próximo passo é aplicar este conhecimento no campo. “O objetivo é utilizar um liberador para espalhar os odores da goiaba e repelir o inseto ou impedir sua entrada no pomar de laranja”, diz o pesquisador do Fundecitrus André Signoretti, explicando que o estudo é uma parceria entre a instituição e a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP).

(…)

Leia mais na edição nº 9588, dos dias 24, 25 e 26 de agosto de 2013.

Compartilhe
  • Twitter
  • Facebook

Deixe um comentário

*