Suicídio? Precisamos falar sobre isso!

No mês de prevenção ao suicídio, o Ministério da Saúde divulga números de 2007 a 2017. A Gazeta ouviu especialista que desmistificou algumas ideias sobre o tema.

0
20

Solidão. No dicionário significa estado de quem está só, retirado do mundo, isolado. Significa ainda o isolamento moral e a interiorização, que é a solidão do espírito. É esta solidão, disfarçada de dor, que ocupa as almas de quem pensa, tenta ou comete o suicídio.
Pode-se imaginar esta solidão como um copo d’água cheio, prestes a transbordar e, a cada nova frustração, a cada novo descontentamento ou, até mesmo, a cada pensamento negativo a gota a mais neste copo. Uma hora, ele irá transbordar.
A impressão, nada equivocada, é a de que é um fenômeno que vem em surtos. De repente, é como se os casos se multiplicassem. O suicídio, por sua própria natureza de surpresa e imprevisibilidade, acaba punindo emocionalmente todo o entorno que envolve os que se vitimam. Sempre ficará para a família, os amigos ou os colegas, o amargo sabor da culpa, mesclado à impotência.

(…)

Leia mais na edição nº 10314, de 22, 23 e 24 de setembro de 2018.